Quando aplicar o passe

0
211
Recomendamos

“… Corra ao socorro deles, os nossos companheiros na dor, iludidos em si mesmos, e abra-lhes a podas de luz da oportunidade consoladora.

Mergulhe o pensamento nos exórdios do amor do Cristo e, mesmo sofrendo, atenda a estes que sofrem mais… Agora necessitam da paz e libertação, e Jesus precisa de você para tal mister. Não lhes atrase o socorro, nem demore sua doação. Possivelmente você já esteve ali antes, talvez seja necessário estagiar por lá…” (Manoel P. Miranda – Nos bastidores da Obsessão – Divaldo Franco).

1 – NAS REUNIÕES COM ESSA FINALIDADE.

O passista fará o possível e sacrifício mesmo, se necessário para ser pontual e assíduo, de tal modo que encarnados e desencarnados possam contar com ele.

2 – QUANDO SOLICITADO, NAS PESSOAS IMPEDIDAS DE SAIR DE CASA OU HOSPITALIZADAS.

Observar que podem ocorrer casos em que a interferência ostensiva do passista PASSE HUMANO ESPIRITUAL, COM GESTOS, poderá despertar a atenção e a curiosidade de terceiros, é hora de, com fé, boa vontade caridosa e silenciosamente, pedir a Deus a cooperação amiga dos Espíritos superiores, através do PASSE ESPIRITUAL e eles, com a permissão divina, ajudam de modo eficiente, sem provocar alarido.

Esse é o auxílio que podemos e devemos dar, na rua, a pessoas acidentadas ou que sentirem mal estar súbito, a enfermos que vivem da caridade pública a senhoras grávidas, velhos, etc.

Podendo a necessidade surgir quando menos se espera, é indispensável que o passista esteja sempre preparado, desejando, sentindo, pensando, falando e agindo sintonizado com o bem.

Recomendamos

Se solicitado com vistas à solução de problemas comuns procure o passista sentir de perto a dificuldade do irmão que sofre, para auxiliá-lo com segurança.

Uma palavra de esclarecimento conforme o caso, pode ser o mais indicado. Necessário no entanto, considerar as condições evolutivas de quem solicita o passe, pois um fato aparentemente comum para nós pode para a pessoa leiga e inexperiente, ser causa de desajustes físicos e psíquicos.

“Vigiai e Orai”, procurar vivenciar o Evangelho em todas as circunstâncias.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo aplicar o passe
Próximo artigoPorque aplicar passe

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here