Médium rebelde

0
238

Apesar do Médium Rebelde possuir uma boa mediunidade, e receber de Deus toda a força para caminhar no caminho correto, estas pessoas fogem e buscam alternativas perigosas. Mediunidade é uma coisa muito séria e não se deve brincar com ela.

Conheci uma médium que possuía uma boa mediunidade, mas era muito rebelde. Criticava a todos os seus amigos, falava mal dos outros, faltava ao trabalho, era relapsa. As suas opiniões tinham que ser aceitas como ela as ditava, ninguém poderia divergir dos seus pensamentos. E, por incrível que pareça, tinha péssimas idéias. Resultado: ninguém a queria por perto, vivia abandonada, os vizinhos não queriam saber dela, pra dizer a verdade foi abandonada até mesmo pelos parentes e quase sempre estava doente e vivia sofrendo pelos caminhos da vida.

Um dia entrou num centro espírita e foi aceita para o começo do trabalho, mas logo vieram as observações. Para ela tudo estava errado e precisaria mudar muito. Suas idéias não foram aceitas. Mesmo assim continuou. Quando se viu que ela realmente iria trabalhar, foi-lhe enviada uma pasta como trabalhadora da casa e todas as normas, leis e regulamentos da casa para que ela se adentrasse.

Ela não disse não, mas arrumou uma trouxa de roupa velha e no meio da roupa velha colocou a pasta do mesmo jeito que recebera. Estava devolvendo as orientações do trabalho que ela teria que executar a Deus. E devolvendo de uma maneira maldosa: praticamente num saco de lixo.  Nunca mais apareceu na casa espírita e provavelmente deve estar sofrendo muito por aí.

Outra pessoa começou a prestar serviço a uma casa espírita, mas dizia a pessoa que o espiritismo não poderia mudar seu estilo de vida. Assim trabalhou um tempo nesta casa e depois começou a faltar. Nunca abandonou o vício da bebida e do cigarro, pelo contrário passou a beber mais e bebia para todo mundo ver. Deixou de freqüentar a casa espírita.

O médium rebelde terá muito a galgar se insistir em se submeter as próprias vaidades.

E assim vemos muitos médiuns sofredores como estes. Vai ser preciso outras existências para que eles possam se melhorar.

Por outro lado grande parte destes médiuns sofre de obsessões. Quase sempre foram pessoas muito más no passado e fizeram muita gente sofrer. A mediunidade é uma janelinha que Deus abre na mente destas pessoas, para que elas possam ver um pouco de suas maldades do passado e possam se melhorar no presente, ajudando a todos aqueles que eles prejudicaram no passado.

Quase todos os médiuns foram pessoas muito ruins no passado e suas vítimas estão cobrando agora o que receberam. São espíritos que querem se vingar. Tanto é que quando o médium cumpre suas obrigações para com Deus, as coisas melhoram, quando se afastam, as coisas pioram.

Estes espíritos obsessores têm um dos dois caminhos a seguir, quando o médium se torna melhor: ou seguem com o médium, se melhorando com ele, tornando-se um amigo; ou eles se afastam e esperam uma pequena queda do médium para retornar. Por isto todos os médiuns precisam estar vigilantes todos os dias. “Orai e vigiai” já dizia o Cristo. Temos uma grande missão na humanidade e prometemos a Deus, quando estávamos na espiritualidade, que desta vez não iríamos falir. Muitos cumprem direitinho até o fim, outros ficam perdidos pelas estradas tortuosas desta vida. O arrependimento geralmente vem muito tarde.

 

LIVROS RECOMENDADOS SOBRE: MÉDIUNS

Livro – Cartilha de um Médium

Livro – Encontros Com Médiuns Notáveis

Livro – Médium – Por que os Que Partiram Nunca Nos Deixam?

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here