A música

0
203

Fazia meus deveres domésticos enquanto ouvia uma linda canção instrumental, dessas que são feitas para sentir e não cantar.

Rapidamente senti que alguém se aproximava de mim. Não era ninguém. Então logo pensei, não estou sozinha. Alguém também se beneficia e me faz companhia na boa música.

Logo me veio a lembrança de um preto-velho, cujo o olhar podia ver além do médium que o incorporava. Certa vez, em uma de suas palestras ele falara da boa música. Não daquela que ouvimos cotidianamente com barulhos estridentes que nos fazem ensurdecer.

Ela falava da música que é capaz de alcançar a alma e nos impregnar de um êxtase poucas vezes sentidas pelo ser humano.

Foi exatamente esse o meu sentimento.

Me vi por alguns segundos rodeada de anjos, num céu de um tom de azul que mais parecia pintura de aquarela. As nuvens abaixo de nós e os raios do sol finalizavam aquela pintura que agora me parecia real.

A música invadia os nossos sentidos, nos sensibilizando de tal forma que nos levava às lágrimas.

Quando voltei do encantamento, percebi o quão maravilhoso é Deus e todo o Universo por ele criado e como é possível esse sentimento que mistura amor, leveza, sensação de dever cumprido.

Nesse dia, tive a certeza de ter sido visitada por um anjo.

Em meus pensamentos e em minhas atitudes e mesmo trabalhando mediunicamente, ainda tinha dúvidas sobre minha mediunidade. Como continuar com essas dúvidas depois de um presente desses?

No retrato mental, rapidamente fotografado pelo meu cérebro, e espero jamais esquecida pela minha alma, é sem dúvida um presente divino e que agora compartilho com os irmãos.

Confiem, acreditem, esse Universo existe.

Fiquem todos na Paz e procurem ouvir a canção dos anjos, permitindo às suas almas um caminhar com maior leveza e serenidade.

Daniele Machado

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConcentração Mediúnica
Próximo artigoSonhar com A

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here