5 passos para a felicidade

0
248

Hoje pensei na Felicidade. Procurei resumir em 5 passos, de como podemos alcança-la. Logo no início percebi, que a palavra alcançar não se aplica, já que é uma busca interior. Não é palpável. É um sentimento, uma sensação.

Se é a alma que desfruta, como poderá o corpo, a matéria, “correr, alcançar”?

Como primeiro passo, nem mais, nem menos importante, mas digamos crucial, é preciso querer ser feliz. 

Para isso, é necessário equilibrar-se. Físico, moral e espiritualmente, o que sabemos ser o mais difícil, uma vez ainda somos desequilibrados em relação aos nossos sentimentos. Ora amamos muitos, ora odiamos muito, ora nos desligamos, ora somos apenas imparciais.

Carl Jung, disse certa vez que: A felicidade perderia seu significado se ela não fosse equilibrada pela tristeza.

O segundo passo, é a busca pelo equilíbrio.

Como equilibrar-se com tantos afazeres. Casa, esposa, marido, filhos, netos, empregados, patrões, serviços, sociedade, trabalho, estudo?

Faça algo por si! Leia um livro que deseja. Vá aquela aula de dança que sempre sonhou. Relaxe por uma hora sob o som de uma boa música. Combine uma hora por semana com as amigas (os). Diga o que tem vontade de dizer, lembrando que não deve magoar ou ofender, nem tampouco gerar expectativas, apenas mostrar seu ponto de vista.

O terceiro passo, é a busca das respostas.

Quando se chega nesse ponto, uma enorme interrogação passa a permear as mentes com diversas questões motivadas pela ânsia de alcançar a felicidade.

Tais respostas, normalmente se encontra dentro de cada um. Mas para que o gatilho seja disparado, é preciso ajuda. Grupos de Ajuda, Filosofia e Religião, normalmente são os caminhos.

“A felicidade não entra em portas trancadas”. Emmanuel

O quarto passo. Ama o teu próximo. Espalhe a felicidade.

Segundo Allan Kardec O conceito de felicidade, atual e futura, pode ser resumido na seguinte orientação espírita: Para a vida material, é a posse do necessário; para a vida moral, a consciência tranqüila e a fé no futuro

Note que até então não falamos em nada material, palpável.

Quando tomamos posse daquilo que recebemos do Alto e repartimos com o próximo a fim de aliviar-lhes o coração. É quando finalmente aprendemos a máxima: “Fora da Caridade não há salvação“!

O quinto passo. O encontro com a Paz. 

Já sabemos que, segundo Emmanuel: “A felicidade real é uma casa que se constrói por dentro da própria alma”. 

Seguindo ainda a linha de Emmanuel: “A felicidade, portanto, se ainda não é deste mundo, já pode residir no espírito que realmente a procura na alegria de dar de si mesmo, de sacrificar-se pelo bem comum e de auxiliar a todos“.

Administrar um turbilhão de sentimentos, atribuições, necessidades, é o que nos faz diferentes. É o que nos aproxima de Deus. É o que nos permite conseguir.

Viva a sua Felicidade, que é diferente da minha. Encontre o seu momento de paz!

Somos todos seres conscientes, responsáveis, e arquitetos de nossa alma, capazes de construir nosso próprio caminho.

D.M.R.P.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here